Acordo Ortográfico

Este blog não se rege pelo acordo ortográfico. Nem por qualquer regra gramatical.

Eu sou um nabo a portugês!? Português digo!

terça-feira, 31 de março de 2015

Dia 90 - 5 Seconds Of Summer - Amnesia

Se calhar o melhor é não fazer nenhum comentário... 
...é que nem sei porque dou por mim a ouvir 5 Seconds Of Summer.






but, Accepted!!!

segunda-feira, 30 de março de 2015

Dia 89 - What i'll wear in my Easter ceremony!?



Opiniões aceitam-se...

Accepted!!

Dia 87 e 88 – De poucas palavras…

Eu sei que não devia ser assim, sei que ficar ensimesmado não ajuda, sei que o meu pessimismo aliado à piada solta de um humor que está acanhado não abona a meu favor.
Na realidade até sou um herói porque faço notar que está tudo bem. Ninguém merece estar com alguém que está constantemente mal-humorado, mal com a vida e consigo próprio, com as suas convicções e ideologias.

Tudo me parece azedo, até a caipirinha que me lembrei de beber no bairro alto, a música que passa não é a que quero ouvir e o movimento na calçada abana-me em encontrões e pingas de sangria e cerveja que se apeganha aos sapatos já não têm a mesma alegria de outro tempo! O meu sorriso e festim contrastam com os meus pensamentos… será que me denunciam!?

Lamento, e embora as desculpas se devam evitar, que mais posso eu dizer? Obrigado por me tirarem de casa!?

 Not Accepted!!! 

sexta-feira, 27 de março de 2015

... 86 ...

Posso estar num dia não... mas dei com este grupo e quero partilhar...




2CELLOS
E o pianista Lang Lang

quarta-feira, 25 de março de 2015

Dia 84 – Book

Estou a escrever um romance, uma ideia parva que eu tive fruto de uma auto-terapia que me impus de há uns meses para cá…
Diria que o blog é um dos remédios.

Bom como isto está a tomar um caminho sério e porque sou um tipo cheio de complexos deixo um excerto para darem a vossa opinião.

Uma forma de celebrar 10 seguidores.
Quero opiniões! :-)


"Fujo da escola porque não quero saber dela! Apesar de não ter reprovado nos anos anteriores, como foi minha promessa. Naquele momento tudo fazia sentido. Era ali que eu queria estar… A água é cristalina como uma ribeira de água nascente tem de ser. Como desejava que o tempo parasse. Este caminho secreto é só nosso. Um carreiro barrento desenhado pelas chuvadas do inverno, perigoso, porque as pedras estão soltas, mas mesmo que esfolemos um joelho o caminho é a ribeira! Estou com os meus melhores amigos, aqueles que me defendiam sempre que o pulha voltava a sua atenção para mim e só a mim! O grupo não é grande mas também não podemos chamar de melhores amigos a qualquer um. Os meus amigos eram só dois! Compinchas de crescimento. Junto partilhava-mos as experiências com as namoradas, as confianças e desconfianças, as inseguranças. Ninguém se julgava. Não havia líder nem se queria confundir ali as coisas com a vida que vivíamos fora daquele lugar secreto.
Os banhos a nu, não deixam mostrar a minha idade nem as minhas inseguranças. Todos somos iguais aqui, livres. Porque estar naquela condição era sentir-me livre. Também era para não arriscar a maior tareia da minha vida. Aquele lugar tinha tudo para ser secreto. O poço onde nadávamos tardes inteiras foi construído pelas correntes fortes do inverno, uma curva num percurso natural em direcção ao rio. Transpunha as hortas com o milho alto, e a vegetação escondia o caminho de terra que tinha sido demarcado por nós. Os ramos das árvores são estendais naturais onde a roupa esvoaçava e apanhava ar puro ao passo que partilhava-mos aquele cigarro roupado ao pai.
 “O meu pai não fuma, podemos comprar um cigarro na taberna da avenida?”
O velho, de tez roxa vendia cigarros avulso, 20 paus por cada um, 20 paus que eu não ganhei, mas aquele cigarro valia qualquer risco. Até que a matemática passou a fazer sentido e logo comprámos um maço. Lembro-me vagamente do plano que engendrámos para entrar naquela taberna e comprar um maço inteiro de cigarros que secretamente ficava na “ribeira”. Passámos algumas semanas a juntar todas as moedas que tínhamos, esperamos que aquele pobre velho estivesse tão embriagado que nos visse em bando e na oportunidade certa dizermos que os cigarros eram para o pai de um de nós. Claro que ficámos convencidos de que ele acreditou na história, inocentes a esse ponto, esquecemos por completo o facto de sermos os mesmos rapazes que compravam um cigarro por vez naquela mesma taberna àquele mesmo velho constantemente embriagado.
Entre as pedras polidas e a vegetação guardávamos as coisas mais secretas, objectos que nunca poderiam ir nas nossas mochilas de volta a casa, os isqueiros, o maço, um canivete, uma foto de uma mulher nua ou uma VHS de um filme que nunca vimos juntos, e que eu nunca cheguei a ver.
Os peixes de agua doce fogem pelo rebuliço naquele poço, que lugar, que calor, que liberdade…
“Rapazes mais um mergulho!?” Nadava-mos até perdermos a noção do tempo, até a pele ficar enrugada e os nossos colhões desaparecerem com o frio. As pedras voltavam a escaldar as costas sem precisarmos de toalha, numa terapia de pedras quentes digna de qualquer spa. Foi aí que se percebeu que não é só erecções involuntárias, borbulhas e pelos que fazem parte da puberdade. As miúdas que pensamos nuas a nadarem ao nosso lado também. O sol forte está a bater-me na cara, cada um tenta chegar ao lugar do derradeiro prazer mas todos sem sucesso. O que faltava?! Lógico que faltava a verdade, ninguém ainda tinha lá chegado, todos sabíamos o motivo por que ficávamos minutos a fio a tentar lá chegar acabando sempre por desistir. O truque ainda não tinha sido descoberto por ninguém, mas o corpo pedia que continuasse-mos."

Accepted!!!

terça-feira, 24 de março de 2015

Dia 83 - Férias!


E só estamos a falar de Dezembro...
Onde me vim meter!

Not Accepted!!!

segunda-feira, 23 de março de 2015

Dia 82 - Elogio ou não...

Quem não gosta de ser elogiado?
E o que isso contribui para a auto-estima de uma pessoa?
O quão importante é receber-se elogios?

Complexado como sou para mim é importante ouvir elogios, e admito ser um privilegiado no que diz respeito a ser elogiado!

Disseram-me que tinham “inveja” da minha barba, mas fiquei na dúvida se seria um elogio ou não… a minha imagem actual saída do séc. XIX é um pouco controversa no meu ciclo de amigos!


Probably Not Accepted!!! 


Dia 80 e 81 – “se me viram a correr é porque não era eu”

Este fim-de-semana foi dedicado ao desporto, como se eu, viciado em TV, redes sociais e amante do sofá, fosse um desportista nato…

Mas a travessia da ponte é sempre um marco no ano e, eu adoro aquela ponte. 
Atravessa-la num dia soalheiro, a pé, como o que esteve foi fantástico.

Uma coisa que constatei foi que do ano passado para cá os atletas investiram bastante em equipamento de atletismo. Creio que estar na moda e bem equipado passou a interessar aos portugueses se bem que muitos se esqueceram de um pormenor: as calças de lycra por norma usam-se com uns calções de corrida por cima e não fica bem àquelas pessoas cujo seu metabolismo impede que as calorias saiam e ficam ao longo do ano dentro da pele.

No entanto devo confessar que vi muita lycra de qualidade! (o video é que não é)

Accepted!!!






sexta-feira, 20 de março de 2015

Dia 79 - Complexos


Às vezes desejava que o meu espelho me esmurrasse a cara...

Not Accepted!!! 

quinta-feira, 19 de março de 2015

Dia 78 - A minha vida tem banda sonora!

Porque adoro andar de headphones nos ouvidos!?

Pode parecer irritante para quem está ao nosso lado, pode ser chato as pessoas terem de gritar para me chamar, pode até parecer parvo para alguém estar a falar para mim e acabar por ter de repetir tudo o que disse à menos de uns segundos atrás, mas…

Adoro a sentir que a minha vida corre ao som de uma banda sonora! E às vezes até parece que a música se adequa ao momento certo, ou aquele perfume que tocou nas nossas narinas, ou a imagem que passou no painel publicitário, ou com aquela pessoa com que me cruzei.

Desço a calçada da Rua Augusta e no meio da multidão a música faz-me esquecer o que deixei para traz e o caminho torna-se um passeio e não um regresso…


Gosto que me sussurrem ao ouvido, e me digam … 

By the way! Qual é a banda sonora da vossa vida?!

Accepted!!!

quarta-feira, 18 de março de 2015

Dia 77 - ÂNIMO

Já devem ter reparado que ultimamente os meus dias têm sido significativamente mais aceitáveis… a palavra de ordem tem sido ânimo
Desde á umas semanas para cá esse tem sido sempre o conselho que me têm dado, e se tantas pessoas, dos mais variados contextos da minha vida, pediam para que eu me animasse é porque de facto eu estava em baixo…

Mas o ânimo para mim só é conquistado se conseguirmos que os nossos objectivos planos e decisões se concretizem, de outra forma não é fácil encontrar ânimo na derrota, na desilusão na arrogância e na indiferença das pessoas.

Pode parecer que se alguém te pede para te animares é porque não tem mais nada de importante para te dizer, ou palavras que te animem… mas a minha opinião é que quem te diz: Anima-te, quer de facto que encontremos o nosso caminho de forma independente, não como um desinteresse mas sim como uma nota de roda pé – estou por aqui, no entanto…

Tenho de admitir que procurei o meu caminho, com a Vossa ajuda, e com o ânimo que me têm dado… admito que os resultados de ser mais decidido e de esquematizar os meus pensamentos conduziram ao sucesso.

Estou muito mais animado hoje que há umas semanas atrás… não quero saber quanto tempo isto vai durar, nem quanto tempo aguentarei o desânimo dos que estão á minha volta sem desanimar, mas hoje danço… danço e não paro de dançar…

O meu conselho?  ÂNIMO… e Dancem….


Accepted!!! 

terça-feira, 17 de março de 2015

segunda-feira, 16 de março de 2015

Dia 75 - "o que dizem os meus olhos?"


Accepted!!!

Dia 73 e 74 - Home alone

Embora eu tenha a liberdade de dormir até ás duas da tarde aos fins de semana, neste ultimo isso não aconteceu… e porque!? Pois não sei… e o ridículo é que estando eu home alone nada justificava acordar às oito e meia da manhã como se tivesse despertado tranquilamente.
O estranho ainda é o facto de eu tanto na sexta como no sábado me tenha deitado umas horas depois do dia, ou seja deitei-me no sábado e no domingo… era expectável eu acordar pelo menos perto do meio dia.
Posto isto só vejo uma justificação… não gosto de dormir sozinho…  

O sol esteve presente todo o fim de semana, ter acordado cedo deu para o aproveitar bastante… tenho de admitir que esta espertina teve a sua vantagem.


Accepted!!! 

sexta-feira, 13 de março de 2015

Dia 72 - Um dia de azar... é greve da função publica

que azar o meu por haver transportes para vir trabalhar.
que azar o meu por as minhas colegas terem feito greve
que azar o meu por não conseguir falar com nenhum colega
que azar o meu por ter de ir almoçar fora da cantina
que azar o meu ....
que azar...

e tudo porque hoje é dia de greve!

Accepted!!!


quarta-feira, 11 de março de 2015

Dia 70 - Humor, mau

O humor é um estado de ânimo cuja intensidade representa o grau de disposição e de bem estar psicológico e emocional de um indiviuo.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Humor

Há quem não consiga ter o humor de intencidade alta... Há quem não consiga ter humor sequer.

Not Accepted!!!

terça-feira, 10 de março de 2015

Dia 69 - sessenta e nove

Estou tentado a escrever algo voltado para o âmbito pornográfico. Relacionado com o número do dia do ano 69, para os mais distraídos.
Mas acho melhor deixar no imaginário…
Espero que apenas dizer 69 possa obrigar-vos a viajar no imaginário e fazer-vos esboçar um sorriso.
Aqui vai:
                                Sessenta e Nove…


Accepted!!!

domingo, 8 de março de 2015

Dia (66), 67 - ou dia 8 de Março!

Esta é a minha homenagem às Mulheres, pela vós de uma Grande Mulher portuguesa que sempre lutou pelos interesses do género!

E para os que me possam achar machista....

Odete Santos
Stand Up - Sempre em Pé, Maxim

Lembrei-me deste video que utilizei num trabalho que fiz para o Dia Internacional da Mulher.

Accepted!!!



Dia 65

Ir... ir foi o que decidi, como se esta decisão fosse tão complicada assim.
Não sou pessoa de dar conselhos mas fica a dica: se estás mal muda-te!
Accepted!!!

quinta-feira, 5 de março de 2015

Dia 64... cup of coffee!

Eu gosto de café. A vista da esplanada onde está o quiosque onde bebo o café é deslumbrante, a cidade velha, numa das 7 colinas, no topo uma incrível edificação, das que ficam na história. O sol ajuda manter-me colado à cadeira. Estou sozinho, com o tem sido habitual e porque a companhia não se faz chegada, será por um período curto e contemplo o cenário para arquivo apenas. Por mais que olhe sei que não é no cenário que não me enquadro, acho que neste quadro eu até fico bem…


Accepted!!!

quarta-feira, 4 de março de 2015

segunda-feira, 2 de março de 2015

Dia 61 – Back to Work

MUÉÉÉÉÉ!!!
    Diria que voltar ao trabalho foi voltar às palpitações, dores nas costas e mãos dormentes. Foi perfumar os meus casacos com cheiro, de tabaco, pó, lixo, a morte. Foi rapar frio e nunca conseguir aquecer os pés mesmo com dois pares de meias e escalfeta.

Voltar ao trabalho foi como ir ao hospital ver-me em coma consciente sentado na minha cadeira do mesmo tom das pessoas que me rodeiam!


Não vai faltar muito para não aguentar muito mais… sinto-me fora do contexto!

Not Accepted!!!

Dia 56 a 60 - Fim das Férias


Já devia ter feito um report dos meus últimos dias de férias, mas foram tão pessoais e libertadores que não tive oportunidade de vos descrever.

Podia descreve-lo em imagens porque já o descrevi em poema mas não há nenhuma imagem que seja adequada… foram uma mistura de cores alegres e primaveril mas sem forma.

Estou diferente, de look novo e de atitude!
Mas, fazendo jus ao que disse anteriormente, andando sem planos que o ano ainda começou agora!


Accepted!!!