Acordo Ortográfico

Este blog não se rege pelo acordo ortográfico. Nem por qualquer regra gramatical.

Eu sou um nabo a portugês!? Português digo!

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Dias 239 e 240 – Ignorância.


Talvez esta seja uma palavra muito agressiva para explicar a falta de conhecimento. Mas há na ignorância um sentimento que adjectiva a pessoa que não quer saber ou que não se quer informar. E... pode ser perigoso! 




Not Accepted!!!

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Dias 230 a 233 - my 99 questionnaire

Tenho falhado nos meus post diários e por mais que tente não há qualquer justificação para tal. Não é falta de inspiração mas sinto que a poeira dos últimos acontecimentos com a minha saída do armário ainda não assentou plenamente. 

Decidi então deixar-vos com o 99 questionnaire, e sintam-se livres de adicionarem perguntas. 





ACCEPTED!!!

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Dia 223 a 229 – Tempo para meditação…

Pensava que já tinha passado por esta fase mas não evitamos ter de pensar em determinados assuntos… nestes últimos dias estive a fazer contas de cabeça e tentar perceber como fico no meio disto tudo e como será o meu futuro.

Bom não há conclusões certas e certezas de nada, isto é uma verdade universal. Portanto não vou pensar mais nisso.

Tive conversas difíceis, e como infelizmente não sou de diálogos profundos no que toca a expressar os meus sentimentos e a explicar as minhas emoções, especialmente se esses sentimentos são contrários à maneira de pensar de quem me ouve ou pediu audiência, o resultado foi o mesmo.

Na realidade todas as reacções menos positivas foram esperadas, eu não posso negar que compreendo, pois eu nasci dentro de determinados padrões em que apontar o que era errado era uma prioridade.

Não podia esperar que me aceitassem de braços abertos como se fosse a melhor coisa do mundo, nem esperava que ficassem felizes pelo facto de eu me sentir em paz comigo, com a minha consciência tendo eu decidido abrir a porta dos meus sentimentos… especialmente porque a abri ao ponta pé.

Ficámos quase na mesma… a sorte nisto tudo é que há laços muito fortes que nos ligam… e apesar desses desvanecerem um pouco, continuam a serem laços fortes.

Agora sinto que posso abrandar o ritmo e viver tranquilamente… sei que o que me espera não são só dias felizes, mas nunca houve só dias felizes na minha vida antes… mas é esses que vou valorizar.


Não me canso de agradecer a quem tem estado à minha volta, têm sido a voz da razão e ajudado a superar esta depressão que dou como estando em fase de rescaldo.

Accepted!!!


terça-feira, 11 de agosto de 2015

Dia 222 - Ouvir o Universo...

Foi dia de ir ao barbeiro e claro que quando vou ao barbeiro nada corre bem, especialmente se eu insisto em ir nesse dia mas o universo insiste em dar-me pistas de que não será um bom dia para cortar o cabelo.

Tenho por hábito ir a uma barbearia no Parque das Nações, Barbearia de Almeida, que recomendo porque tem um ambiente espectacular, mas a minha insistência e o tempo para perder no barbeiro como escasseia, tenho ido a um indiano aqui perto do meu trabalho, que por sinal tem deixado o meu cabelo como eu gosto.

Assim ontem decidi na hora de almoço visitar o caríssimo indiano e quando chego àquela espécie de barbearia o Sr. Monhé estava podre de bêbado… tipo não sei o que o homem almoçou mas consegui perceber num cumprimento o que ele bebeu.  Disse que voltava outro dia – quisá em 2070 – e ele retorquiu dizendo: outro dia, outro dia, ouuuutro diiia hehehehe. MEDO

Resolvi então dar um pulo ao shopping ao pé de casa, porque abriu lá muito recentemente um pequeno cabeleireiro que diz na porta: todo o tipo de cabelo. Nem questiono o que isto possa querer dizer à porta de um cabeleireiro mas parece-me que também devem fazer brushing aos pelos púbicos.

Gentilmente a recepcionista informou que teria de esperar cerca de 40 minutos, porque a única cabeleireira estava a namorar o cabelo de um cinquentão e embora me parecesse que ela estaria a terminar o penteado, deduzi que os restantes 30 minutos seriam para lavar a cabeça grisalha daquele cliente. Longe de mim querer interromper aquele affair.

Então o que o Pedro, inteligentemente, decidiu fazer? Voltar ao San Jan cuja experiência nunca foi positiva…

Bom depois de explicar detalhadamente o que queria e de controlar ao máximo aquelas mãos de alce que me cortaram o cabelo, só sei que acabei com um penteado demasiado curto e com um desconto no preço pala minha satisfação!

Acontece e volta a crescer!

Not Accepted!!!


PS – Ontem o habibi autodenominou-se monhé por isso usei o termo aqui, sem qualquer relação prejurativa… eu adoro o meu monhé! :D

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Dia 219, 220 e 221 - strong bonds

Nem todos reagem da mesma maneira às notícias… e se algo me afecta profundamente isso cria uma reacção em cadeia à minha volta. O que não é nada bom.

Mas há sempre alguém que nos compreende e que até sente aquilo pelo que estamos a passar como se fosse um problema deles. Isso é um sentimento tão forte que fortalece as relações… diria que se o amor pode ter provas esta é uma delas.

No domingo acordei melhor… e se teria de ficar perfeito foi porque um abraço chegou forte. Um abraço desesperado de alguém que sente a tua inquietação como se fosse a dele e que precisa de calma e paz.


Accepted!!!








quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Dia 217 – Porquê?



Ninguém sabe explicar… eu n sei explicar… 


Not Accepted!!!



quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Dia 216 - Coming out at tuesday night

Sair à noite num dia da semana só tem uma forma de ser classificado: Not Accepted!!!

Mas ontem foi especial, juntar os amigos sem ser combinado com muita antecedência, todos alinharam, e divertiram-se e conheceram o Habibi, o que classifico como: Accepted!!!

Mas hoje, e porque bebi demais, e cheguei tarde e levantei-me cedo sinto-me numa quinta-feira de tarde.





Accepted!!!

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Dia 214 e 215 – Moda…é uma questão de atitude também!


Não escrevi nada ontem porque estive concentrado numa discussão sobre moda.

Aqui estão as celebres fotos:



Só digo que de egocêntrico, egoísta e gay chamaram-me tudo! Mas o que mais me ofendeu foi compararem-me com o José Castelo Branco... 

Mas as opiniões a respeito da moda diferem bastante. O bom gosto a vestir depende muito do contexto em que estamos ou para onde vamos! Não me vejo assim na praia para ir apanhar uns banhos de sol! Mas vejo-me assim numa party às 2am acompanhado do Habibi!

Admito que gosto de dar nas vistas e que a minha insegurança é posta à prova com isso mesmo, pois é nas reacções das pessoas que percebemos se estamos ridículos ou não! 

Quase sempre a reacção é favorável... já disse isto antes, acima de tudo uma boa atitude faz um homem bonito e bem arranjado independentemente do que se quer vestir em determinada ocasião.

Não sei se conhecem a Beatriz Gosta? Uma nortenha sem papas na língua que garante que o que atraí num homem é a sua atitude primeiro com ele próprio depois com os outros!

Mas não se pode tomar a atitude apenas como a garantia de bom gosto! São coisas diferentes! E poderia descrever milhentos exemplos de mau gosto a vestir, mesmo com uma boa atitude! 

Ainda assim sair de casa confiante que se está lindo melhora significativamente a auto estima e o nosso dia!

Para mim e a favor da arte da moda acho que usar saias desta forma é 

Acceptable!!!






segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Dias 213 e 213 - Recarregar baterias!

Alguém ouviu que o lobo uivava impaciente ao luar azul na sexta feira e amavelmente decidiu antecipar o retorno.
É o amor que faz estas coisas... 

Também fui matar saudades do cinema, a bem dizer não ia ver um filme à bastante tempo... 
não me pareceu nada de especial as Cidades de Papel, mas foi engraçado. 


E das por ti e pensas que o fim de semana afinal não tem 48 horas mas sim umas miseras 22 o resto ou passas a dormir ou a fazer inutilidades!

Accepted!!!